Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?
Sim
33%
Não
67%
Votos totais: 1446

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Como cuidar

Como controlar as fugas dos doentes de Alzheimer

Idoso a caminhar sozinho

A doença de Alzheimer é a principal responsável pelo apagar das memórias mais queridas de uma pessoa em relação aos seus familiares, amigos mais próximos, atividades prediletas e locais preferidos, entre outros. Com o avançar da perturbação, os doentes de Alzheimer deixam de reconhecer onde moram e tentam fugir de casa. Saiba como controlar as fugas dos doentes de Alzheimer e proteja-os da melhor maneira possível.

7 formas de proteger os idosos do frio do inverno

As temperaturas mais baixas, a queda de precipitação, as rajadas de ventos fortes e a formação de gelo e até de neve podem ser um problema para os idosos e para os seus cuidadores durante os meses mais frios de inverno. Conheça 7 formas de proteger os idosos do frio do inverno e proteja o seu conforto e bem-estar.

A ansiedade nas pessoas idosas

Avó e neto no sofá

A ansiedade é uma sensação momentânea de alerta que desperta a atenção das pessoas para uma determinada situação de stress. No entanto, muitas pessoas, principalmente as mais idosas, vivem a sua vida num stress contínuo e constante, o que faz com que a ansiedade seja transformada num medo irracional. Conheça um pouco mais acerca da ansiedade nas pessoas idosas e aprenda a preservar uma estabilidade emocional.

Quais os sinais de acumulação compulsiva e como obter ajuda

Sala com coisas acumuladas

O acumular de bens, animais ou de objetos, que por vezes são até provenientes da rua ou do lixo, para uma eventual utilização futura pode parecer uma situação estranha, mas é o sintoma de uma perturbação que afeta inúmeras pessoas e muitos idosos que vivem sozinhos, isolados e em situações precárias. Saiba quais são os sinais de acumulação compulsiva e como poderá obter ajuda para os tratar.

12 coisas boas que pode fazer por alguém que está com dores

Ao preocupar-se com alguém que sofre de uma doença crónica, certamente vai querer ajudá-la naquilo que puder para aliviar o seu sofrimento. No entanto, muitas pessoas não sabem bem como o podem fazer e, na maioria das vezes, a expressão “estou aqui para o que precisar” é insuficiente. Conheça 12 coisas boas que pode fazer por alguém que está com dores e ajude-a a melhorar a sua qualidade de vida.

A primeira vez que vai cuidar dos seus pais

Filha a cuidar da mãe nos passeios

Cuidar de uma pessoa idosa é uma tarefa de grande responsabilidade e de muita coragem porque é preciso ser mentalmente forte para conseguir assistir ao sofrimento de quem se ama e, mesmo assim, manter a calma e a razoabilidade. Conheça como poderá correr a primeira vez que vai cuidar dos seus pais e aprenda a ser um ótimo cuidador.

Como ser cuidador de alguém

Normalmente, as pessoas adquirem o título de cuidador através de duas formas distintas: modo de deslocamento e modo de crise.

A Disfagia

Homem a comer sobremesa

A disfagia é uma perturbação que é conhecida pela dificuldade em engolir alimentos (sólidos e/ou líquidos) e por ficar com a comida “presa” na boca, nomeadamente na garganta ou no esófago. Saiba o que é a disfagia ao conhecer as suas causas e sintomas principais e aprenda a lidar com este problema.

A doença de Huntington

A doença de Huntington é uma doença hereditária degenerativa do sistema nervoso central que afeta os movimentos, as emoções e os comportamentos humanos. Conheça um pouco mais acerca da doença de Huntington e saiba porque é que ela atrofia o cérebro.

A doença de Creutzfeldt-Jakob

Idoso com doença de Creutzfeldt-Jakob

A doença de Creutzfeldt-Jakob é uma perturbação mental progressiva que afeta o sistema nervoso central e provoca a deterioração das células cerebrais. Saiba o que é a doença de Creutzfeldt-Jakob e conheça um pouco mais acerca da variante humana da chamada “doença das vacas loucas”.

A demência frontotemporal

Enfermeira a tirar sangue

A demência frontotemporal, também conhecida como demência do lobo frontal, descreve um grupo de perturbações caracterizadas por uma degenerescência das células nervosas, especialmente aquelas que se encontram nos lobos frontais e temporais do cérebro. Saiba o que é a demência frontotemporal ao observar os seus sintomas principais e aprenda como ela pode ser diagnosticada.

Páginas