Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Pais idosos sozinhos em casa: é possível?

Casal senior em casa

À medida que crescemos e que os nossos pais envelhecem, os papeis dentro da família acabam, inevitavelmente, por se inverterem. Os mais velhos tornam-se cada vez mais dependentes dos mais novos, mas continuam a lutar, diariamente, pela sua independência. Estima-se que 85% da população idosa quer continuar a viver na sua própria casa. É possível deixar os seus pais idosos sozinhos em casa? Claro que sim.

As dicas que apresentamos neste artigo são extremamente úteis para quem quer que os seus pais idosos continuem a viver, de forma independente e confortável, na sua própria casa. No entanto, e antes de as colocar em prática, fale com os seus pais. É importante que também eles possam estar incluídos neste processo. Se começar a tomar todas as suas decisões, os idosos podem sentir-se incapazes, confusos ou relegados para segundo plano. Permita que continuem a tomar o maior número de decisões possíveis e respeite-as… afinal de contas, são os seus pais.

Para aumentar os níveis de segurança dentro de casa:

  • Instale detectores de fumo junto da cozinha e dos quartos.
  • Certifique que o óculo da porta de entrada esteja à altura dos idosos.
  • Considere a instalação de um alarme na casa.
  • Coloque barras de apoio nos duches/banheiros e ao lado das sanitas.
  • A pele dos idosos é mais fina, por isso, reduza a temperatura da água na caldeira para evitar queimaduras no banho.
  • Certifique que todas as escadas tenham corrimão e que estes estão seguros.
  • Retire tapetes que possam provocar quedas ou proteja-os com um anti-derrapante.
  • Organize ou remova mobiliário em excesso, para minimizar a confusão num determinado espaço, evitando assim muitos obstáculos e “encontrões” dolorosos.
  • Tenha cuidado com fios suspensos muito compridos ou atravessados no chão.
  • Evite ter muitos espelhos em casa porque, para além de serem motivo de confusão, os reflexos podem facilmente assustar os idosos.
  • Na cozinha, certifique-se que está bem iluminada e que não existam artigos inflamáveis (cortinas, panos, etc.) junto do fogão. Organize os armários para que tudo seja de fácil acesso, evitando o recurso a bancos ou escadotes que podem causar quedas. Se o micro-ondas estiver elevado, coloque-o em cima da banca, por exemplo – evita-se o entornar de comidas ou bebidas quentes.

Corrija os problemas de iluminação e de visibilidade:

  • Utilize cores vivas para iluminar as diferentes divisões da casa.
  • Certifique-se que os corredores e as escadas estejam bem iluminados.
  • Os interruptores iluminados são mais fáceis de localizar durante a noite.
  • Coloque luzes de presença entre os quartos e as casas de banho, assim como na cozinha.

Como auxiliar os movimentos dos idosos dentro de casa:

  • Coloque barras de apoio nas camas para facilitar o deitar e o levantar.
  • Nas portas, substitua as maçanetas redondas por maçanetas horizontais que são mais fáceis de abrir e fechar.
  • Se o idoso estiver numa cadeira de rodas, instale rampas de acesso em todas as escadas.
  • Tudo aquilo que esteja guardado em armários e que os idosos possam precisar, deve ser colocado em prateleiras baixas e de fácil acesso.
  • Verifique que as cadeiras utilizadas pelos idosos são suficientemente altas e que tenham apoios para os braços.
  • Instale um chuveiro flexível e uma cadeira de banho para facilitar a higiene pessoal.
  • Para que os idosos não tenham de se baixar tanto, coloque uma sanita mais elevada na casa de banho.
  • Adquira uma arrastadeira para os idosos terem junto da cama no caso de uma urgência.
  • O dia-a-dia dos idosos pode ainda ser facilitado com a substituição do telefone e dos comandos da televisão por novos, com teclas grandes. Coloque uma lista de contactos úteis ao lado do telefone. Seria ainda ideal substituir os relógios tradicionais por relógios digitais, que são mais fáceis de ler.
  • Organize o guarda-roupas dos seus pais – agrupe as calças, as camisas, as camisolas, as saias e os vestidos – optando exclusivamente por vestuário em cores neutras – como preto, branco, bege, castanho ou verde – que são mais fáceis de combinar. A roupa que não é usada há muito tempo pode ser guardada noutro armário. Os idosos sofrem de má circulação, sendo que têm mais frio do que nós. Certifique-se que têm sempre meias, camisolas e mantas quentes à mão.
  • Ajude na limpeza doméstica ou contrate alguém que o possa fazer periodicamente.
  • Conte com os vizinhos dos seus pais para fazerem visitas regulares ou para situações de emergência.
  • Esteja atento às suas necessidades de deslocação. Se os seus pais dependerem de outros para irem às compras ou ao médico, combine estas saídas antecipadamente, para assegurar que não falhem os seus próprios compromissos.
  • Os idosos tendem a comer menos do que as outras pessoas, mas mesmo assim uma dieta equilibrada é fundamental. Se ajudar nas compras tanto melhor. Se não, verifique a despensa e o frigorífico quando visitar, para assegurar que não faltam alimentos como fruta, vegetais, cereais, comidas com pouca gorda e baixo teor de sal. A toma de um suplemento de cálcio também é aconselhada.
  • A ingestão diária de água é crucial para um idoso, na medida em que combate as dores de cabeça, a sonolência e a perda de apetite. Adquira uma jarra para a água, de preferência de plástico resistente, e adopte um local conveniente e de fácil acesso para a colocar. Relembre os seus pais essa localização e a importância de beberem muita água todos os dias.
  • Se for necessário, ajude os seus pais a organizar a toma dos medicamentos diários e mantenha um historial médico actualizado. Esteja atento a sinais como fraqueza, cansaço e dificuldades respiratórias, que podem indicar problemas de coração; alterações no apetite, no peso e na visão, que podem ser sinais de diabetes; se começarem a andar mais curvados, pode ser indicativo de osteoporose; a dificuldade na fala, perda de sensação numa parte do corpo ou confusão podem ser sinais de um AVC.
  • Fomente hábitos saudáveis e mantenha os seus pais activos, tanto física como mentalmente. Caminhadas, aulas de hidroginástica para idosos, danças de salão ou jogar golfe são excelentes opções que podem ocupar o casal. Exercitar a mente é igualmente importante, por isso, incentive a leitura ou ensine-os a aceder à Internet e procurar sites do seu interesse. Mantenha-os informados relativamente às datas importantes que se aproximam ou sobre as notícias da família. Uma mente alerta traz optimismo ao idoso o que, por sua vez, vai mantê-lo saudável.
  • Uma vida social activa é muito importante. Para além das visitas regulares da família, incentive os seus pais a manterem o seu círculo de amigos ou até de fazer novas amizades através da inscrição num centro de dia ou numa universidade sénior.
  • Seja realista sobre aquilo que os idosos podem ou não fazer sozinhos mas, acima de tudo, não trate os seus pais como crianças, nem tente controlar todos os aspectos da sua vida. Esteja atento às áreas do quotidiano onde necessitam de maior apoio e incentive-os a manterem a sua independência.
A sua votação: 
Average: 4.5 (76 votos)