Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Exercícios aquáticos mais apropriados para idosos

Créditos Imagem

O exercício físico aquático reduz o risco de doenças crónicas e débeis como a diabetes e a artrite reumatoide e aumenta a saúde cardiovascular e pulmonar dos idosos. Saiba quais são os exercícios físicos aquáticos mais apropriados e proteja a sua saúde e bem-estar.

A prática de exercício físico

A prática de exercício físico garante uma vida saudável, no entanto, as pessoas mais idosas devem fazê-lo com cuidado e moderação. Para o fazerem corretamente, devem habituar o corpo ao exercício e trabalhá-lo durante cerca de 5 a 10 minutos por dia. Com o passar do tempo, o corpo começará a ganhar uma maior resistência e flexibilidade, o que significa que poderá aumentar o tempo de exercício para 30 minutos diários.
Dos vários tipos de atividades disponíveis para idosos, destacam-se os exercícios que são feitos dentro de água, pois, ajudam a reduzir o stress nas articulações e permitem o alívio da dor para quem sofre de artrite reumatoide. Os exercícios aquáticos são, sem dúvida, uma excelente alternativa aos exercícios físicos tradicionais e garantem ótimos resultados de saúde e diversão.

Quais os exercícios aquáticos mais apropriados para os idosos

Existem vários exercícios aquáticos que os idosos podem praticar. Dos mais importantes, destacam-se os seguintes:

Exercícios de natação

A natação é um desporto muito completo e exigente, pois coloca todos os músculos do corpo humano em movimento. Independentemente da idade do praticante, os exercícios de natação melhoram o ritmo cardíaco, a respiração e aumentam a resistência e flexibilidade do corpo. Por outro lado, a natação queima calorias (uma hora de natação desgasta entre 500 a 650 calorias), o que lhe permite manter-se sempre em forma. Se não souber nadar ou se já se encontrar fora de prática, deve inscrever-se no seu ginásio local ou centro de fitness para aprender a dar umas braçadas e a percorrer umas piscinas.

Exercícios de hidroginástica

A maioria das pessoas encontra-se familiarizada com os exercícios de aeróbica, também apelidados de exercícios de endurance, como por exemplo as aulas de step dos ginásios, o caminhar e o dançar. Estes exercícios aumentam o ritmo cardíaco, melhoram a saúde pulmonar e ajudam a controlar ou a perder peso. Porém, muitas pessoas não sabem que estes exercícios aeróbicos podem ser realizados dentro de água, sendo conhecidos como hidroginástica. Trata-se de uma forma diferente e divertida de fazer ginástica e exercitar o corpo. Uma aula de hidroginástica dura aproximadamente uma hora e durante esse período a pessoa fica no interior da piscina, com água até à altura do peito, a realizar os mais variados exercícios de endurance.

Exercícios de força

Os exercícios de força, também conhecidos como exercícios de resistência, permitem que uma pessoa trabalhe os músculos do corpo com mais garra e determinação. Estes exercícios são muito importantes para as pessoas com mais idade, pois ajuda muito a realizar as tarefas mais simples do dia-a-dia, como deslocar-se em casa, até ir à casa de banho/banheiro e tratar da sua higiene pessoal.

A realização dos exercícios de força dentro de água não necessita de pesos, bandas ou outros equipamentos, pois a própria água oferece resistência ao movimento e isso, por si só, já é um excelente exercício. Por outro lado, a flutuação na água ajuda a reduzir o stress e a dor crónica que o exercício físico pode colocar nas articulações de alguém com mais idade, nomeadamente nos joelhos, tornozelos e quadris.

Exercícios de relaxamento

Um dos exercícios aquáticos mais apropriados para idosos são os de relaxamento. As técnicas de relaxamento também podem ser utilizadas dentro de água, e ajudam a aliviar os músculos mais tensos e as dores nas articulações. Também podem ajudar a reduzir a pressão arterial, o ritmo cardíaco e o stress. Aprenda todas as técnicas de relaxamento à base de água, como o relaxamento muscular progressivo e alcance um equilíbrio físico e mental. Tenha em atenção que deve esperar cerca de três a quatro horas depois de uma grande refeição antes de ir para a água ou duas horas após uma refeição pequena.

Exercícios de equilíbrio

A maioria das pessoas com mais de 65 anos de idade ou que sofre da doença de Parkinson tem muito receio das quedas que podem acontecer. Trata-se de um receio com fundamento porque uma queda pode provocar vários traumas ou lesões. Para que tal não aconteça, é preciso prevenir a perda de equilíbrio e as quedas nos doentes com Parkinson. Existem muitos exercícios aquáticos que promovem o equilíbrio do corpo, como alguns exercícios de yoga ou Tai Chi. Ao realizá-los dentro de água, trabalhará a sua postura e estabilidade e não correrá o risco de se magoar em caso de queda.

A sua votação: 
Average: 4.7 (9 votos)