Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Cuidar de idosos em casa

Idosos em casa
Créditos Imagem

As famílias que cuidam de idosos em casa estão a tornar-se cada vez mais: sejam pais, avós, bisavós, familiares ou amigos próximos, a opção de trazer um idoso para casa ganha muitas vezes àquela de instalá-los num lar de idosos. No entanto, cuidar de idosos em casa é um passo gigante, que deve ser dado com muita consciência, planeamento e boa vontade.

Ponderar & Decidir

Tomar a decisão de cuidar de idosos em casa não deve ser feita de forma espontânea, nem de ânimo leve – cuidar de um idoso, esteja ele doente, acamado ou em perfeita saúde, é uma grande responsabilidade. Antes de tomar a decisão de cuidar de um idoso em casa, coloque a si e à sua família as seguintes questões:

  • A sua família está preparada para receber um novo elemento em casa?
  • Como reagiu o seu parceiro(a)?
  • Tem crianças muito pequenas em casa? Os seus filhos ainda necessitam de muita atenção?
  • É possível conciliar a sua vida profissional com o papel de prestador de cuidados?
  • Tem flexibilidade no trabalho, no caso de surgir alguma emergência ou quando tiver de ir ao médico com o idoso, por exemplo?
  • Tem a possibilidade de trabalhar em casa?
  • O idoso pode ficar sozinho em casa enquanto vai trabalhar?
  • Terá de contratar alguém para estar com o idoso durante o dia?
  • Em termos financeiros, é possível suportar a ida do idoso para a sua casa? O idoso tem recursos financeiros? Pode contribuir?
  • Tem espaço suficiente em casa para receber e cuidar do idoso?
  • A casa é segura para o idoso?
  • Terá de fazer algum tipo de adaptação na casa? Comprar mobiliário/equipamento novo?
  • Está preparado para tratar da higiene pessoal do idoso?
  • Muitos idosos precisam de ser apoiados, carregados e levados de um lado para o outro – está fisicamente preparado para isso?
  • Se o idoso tem alguma doença, será que é capaz de lidar com isso diariamente?
  • Está preparado para abdicar do seu tempo livre ou parte do mesmo para cuidar do idoso?
  • Tem um círculo de apoio de familiares e amigos que já se disponibilizaram para ajudar ou está sozinho nesta tarefa?
  • A família está emocionalmente preparada e é emocionalmente forte para lidar com um idoso e os cuidados que este exige ou já têm muitos problemas que vos ocupem?
  • Está preparado para assistir ao envelhecimento e, eventualmente, à morte do idoso?
  • O idoso não estaria melhor num lar de idosos?

Planear & Preparar

Tomada a decisão de cuidar de um idoso em casa, segue-se a fase de planeamento e de preparação que requer uma reflexão igualmente responsável e ponderada. Estas são algumas dicas que deve ter em consideração se vai passar a cuidar de um idoso em casa:

  • Assegurar que todas as divisões da casa, incluindo escadas e corredores, estejam bem iluminadas.
  • Instalar interruptores iluminados, que são mais fáceis de localizar durante a noite; ou então instalar luzes de presença em toda a casa.
  • Assegurar que a cadeira utilizada pelo idoso é suficientemente alta e que esteja equipada com apoios para os braços.
  • Colocar barras de apoio na cama para facilitar o deitar e o levantar ou, em alternativa, adquirir uma cama mais baixa.
  • Adquirir uma cama articulada ou outro tipo de mobiliário/equipamento adequado ao idoso.
  • Colocar uma poltrona no quarto, para que o idoso se possa sentar na hora de se vestir e calçar.
  • Colocar barras de apoio nos duches/banheiros e ao lado das sanitas; ou optar por instalar uma sanita mais alta.
  • Instalar um chuveiro flexível e uma cadeira de banho para facilitar os duches.
  • Colocar um tapete antiderrapante na banheira/duche.
  • Comprar uma arrastadeira para os idosos terem no quarto durante a noite.
  • Substituir as maçanetas redondas por maçanetas horizontais que torna mais fácil abrir e fechar portas.
  • No caso de o idoso deslocar-se numa cadeira de rodas, instalar rampas de acesso.
  • Instalar um corrimão em todas as escadas da casa.
  • Remover tapetes escorregadios ou protegê-los com um antiderrapante.
  • Organizar ou retirar mobiliário de forma a criar um espaço de fácil circulação para o idoso.
  • Esconder ou remover fios suspensos, muito compridos ou atravessados no chão.
  • Evitar ter muitos espelhos porque os reflexos podem facilmente assustar ou confundir alguns idosos.
  • Tudo o que estiver guardado em armários e que os idosos possam precisar, deve ser colocado em prateleiras baixas e de fácil acesso – isto aplica-se à cozinha, casa de banho, quarto e qualquer outra divisão habitualmente utilizada pelo idoso.
  • Organizar o guarda-roupa do idoso, agrupando o vestuário por tipo – camisas, camisolas, calças, saias, vestidos…
  • Substituir os relógios tradicionais por relógios digitais; substituir os comandos e pelo menos um telefone por modelos com teclas maiores e de fácil manuseamento.

Cuidar & Amar

Com a casa pronta para receber o idoso com segurança e conforto, seguem-se os cuidados diários que, para além de incluírem o tratamento da sua roupa, uma alimentação saudável, a administração correta dos medicamentos e o acompanhamento ao médico, é importante mostrar o carinho e o amor que tem pelo idoso de outras formas, incentivando-o a viver uma vida o mais ativa e plena possível. Algumas ideias para cuidar de um idoso diariamente incluem:

  • Incentivar o idoso a ter uma vida social, para encontrar-se com o seu grupo de amigos frequentemente, por exemplo.
  • Organizar atividades a dois ou com toda a família, que envolvem o idoso – pode ser um passeio à praia, uma sessão de cinema ou almoçar fora.
  • Inscrever o idoso num centro de convívio ou universidade sénior, onde existam atividades do seu interesse.
  • Motivar o idoso para ir ao cabeleireiro/barbeiro regularmente.
  • Incentivar o idoso a praticar exercício físico.
  • Guardar algum tempo para conversar diariamente com o idoso.
  • Manter o idoso a par de tudo aquilo que se passa em casa, com a família mais chegada e até a mais afastada.
  • Possibilitar que o idoso leia os livros/jornais/revistas que sempre apreciou; que ouça o seu tipo de música preferida; que assista aos seus programas televisivos favoritos.
  • Disponibilizar-se para levar o idoso às compras ou a qualquer outro local que possa precisar ou onde lhe apeteça ir.
  • Certificar que os óculos, o aparelho auditivo ou qualquer outro equipamento de auxílio do idoso estão de acordo com as suas necessidades atuais.
  • Incentivar o idoso a manter, dentro dos possíveis, a sua própria independência.
A sua votação: 
Average: 4.4 (38 votos)