Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Como tratar de alguém com uma doença oncológica

Doença oncológica
Créditos Imagem

O cancro é uma palavra que por si só causa arrepios a muita gente. Existem milhões de pessoas que morrem anualmente em todo o mundo com doenças oncológicas e os diagnósticos são sempre algo reservados neste caso. Assim, esta é uma situação complicada para quem descobre a doença, mas também para todos aqueles que rodeiam essa pessoa. Nem sempre é fácil agir ou fazer algo nestes casos e, por isso, há pessoas que se afastam despropositadamente apenas porque não conseguem lidar com a doença. Saiba como tratar de alguém com uma doença oncológica e dê-lhe o maior apoio possível.

Dê-lhe apoio

Numa fase inicial, a palavra de ordem é a do apoio. Existem soluções, há que lutar e nem tudo está perdido. Com efeito, é importante passar algum otimismo à pessoa doente, ainda que seja complicado fazê-lo. As chamadas telefónicas são muito importantes, já que é fundamental que a pessoa se sinta rodeada de calor humano e gente que se preocupa. Os melhores amigos veem-se nas piores ocasiões.

Ajude-a nas tarefas

Alguém com cancro é necessariamente alguém debilitado. Nesta base, a ajuda nas tarefas mais simples acaba por ser essencial e necessária. Ir às compras, tratar de algum recado ou fazer qualquer tipo de tarefas domésticas são exemplos de ajuda que pode ser dada a uma pessoa que não está apta a ter uma vida normal. Quando as coisas “aparecem feitas”, o próprio doente não se apercebe tanto em que fase está a doença, o que é também positivo.

Mantenha o bom humor

Nestas alturas, nunca faltam pessoas que relembrem o paciente do estado em que se encontra. Isto é feito muitas vezes inconscientemente, mas os constantes paninhos quentes servem para consciencializar a pessoa do seu estado. Para fugir a isto, é importante fazer uso do humor. Pode até nem ser fácil fazer rir alguém doente, mas será sempre recompensador. Ser a pessoa for fã de humor negro, não existirá limites para a brincadeira e a risada. Rir dos maiores problemas é uma excelente forma para os enfrentar.

Oiça e esteja presente

Pode dar-se igualmente o caso de a pessoa querer desabafar, contar os seus problemas e estar perto de alguém. Nesta fase é importante saber mudar de cara. Se é preciso ouvir e estar perto, faça apenas isso. À primeira vista até pode parecer pouco, mas para alguém com uma doença oncológica irá significar imenso ter alguém importante por perto e poder deitar tudo cá para fora.

Ofereça presentes com significado

No que toca a presentes para pessoas com cancro, costuma reinar o mau gosto. As oferendas parecem mais viradas para enterros antecipados e rituais de fim de ciclo, funcionando como semáforo biológico para o paciente. Oferecer objetos engraçados ou coisas boas que tenham um significado muito pessoal (as piadas privadas são sempre boas conselheiras) são as melhores opções nesta fase mais negra e complicada.

Poupe os outros membros da família

Não se deve também esquecer do quão difícil é suportar este momento para os membros mais chegados do paciente. Esses acabam por estar em constante contacto com a doença, algo que provoca um desgaste tremendo. Assim, deve aliviar também alguma carga desses membros da família, dispensando-os de alguns trabalhos constantes. Indiretamente estará a ajudar também a pessoa com cancro e a melhorar uma relação que se pode degradar com os elementos mais próximos.

Seja um parceiro de guerra

Acima de tudo, o que uma pessoa com uma doença oncológica precisa neste momento é de um parceiro de guerra. Não é por acaso que as pessoas que conseguem sobreviver à doença utilizam um vocabulário maioritariamente bélico: “vencer”, “luta”, “guerra”, etc. Travar esta batalha sozinho será sempre uma tarefa inglória e condenada ao insucesso, por isso, é fundamental que esteja por perto e participe nesta luta que, até pode não o estar a fustigar a si, mas está a magoar alguém que ama e lhe é querido. 

A sua votação: 
Sem votos