Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Como se manter socialmente ativo depois da reforma

Idosos socialmente ativo

As relações interpessoais e sociais permitem que as pessoas interajam umas com as outras e isso é suficiente para obterem novos conhecimentos, competências e muita diversão. Saiba como se manter socialmente ativo depois da reforma e viva uma vida alegre, tranquila e equilibrada.

O envelhecimento e a interação social

O envelhecimento provoca uma série de mudanças e as pessoas devem saber adaptar-se a elas da melhor maneira possível. Quando se é reformado, é necessário saber ajustar-se à reforma.

Ao longo deste período, a interação social é fundamental, pois possibilita a partilha de informações e de sensações, assim como a comparação de perspetivas e pensamentos acerca do envelhecimento do corpo e do espírito e daquilo que significam para si.

A interação social regular também apresenta muitos benefícios para a saúde, como por exemplo: evita que uma pessoa fique deprimida, combate a solidão e melhora a capacidade cognitiva das pessoas, o que é um excelente indício na luta contra a doença de Alzheimer e outras demências.

Como se manter socialmente ativo depois da reforma

Para se manter socialmente ativo depois da reforma deixamos uns conselhos:

Junte-se a um centro de terceira idade

Depois da reforma, as pessoas têm tendência a ficarem isoladas e, com isso, podem surgir as depressões e a solidão. Para que isso não aconteça, inscreva-se num centro de terceira idade, pois estes locais têm inúmeras atividades de lazer e de convívio para as pessoas reformadas.

Os centros de terceira idade são, essencialmente, clubes sociais para reformados e, geralmente, operam sem fins lucrativos, pois, na maioria das vezes, estão a cargo de uma organização religiosa ou municipal. Estes locais oferecem uma grande variedade de serviços, como transporte, almoço e, às vezes, pequeno-almoço e jantar. Por outro lado, nestes locais, as pessoas reformadas também podem fazer exercício físico e aprender novas habilidades.

Muitos centros de terceira idade têm instalações polivalentes, ao passo que outros têm apenas pequenos locais onde se oferecem refeições e informações básicas de saúde. Independentemente da dimensão, o centro de terceira idade desempenha um papel fundamental no contacto e interação social entre as pessoas reformadas.

Mantenha a mente desperta

Uma mente desperta e ativa é uma mente mais feliz e menos suscetível a perdas cognitivas relacionadas com o envelhecimento. Se estiver à procura de novas saídas sociais, existem várias oportunidades educacionais disponíveis que o podem recompensar com novos amigos, contactos e conhecimentos.

Atualmente, existem cada vez mais universidades com cursos superiores para seniores e isso é uma hipótese a considerar. A maioria das faculdades permite auditar as aulas, o que significa que pode marcar presença e aprender novas matérias e conhecimentos.

Também é de realçar a existência de cursos de educação nas juntas de freguesias locais que oferecem a possibilidade de tirar cursos de informática ou de aprender novas habilidades e passatempos.

Divirta-se com jogos variados

Uma das melhores maneiras para ocupar a mente e para fazer novos contactos sociais passa por jogar vários jogos. Independentemente dos seus interesses, capacidades físicas ou psicológicas, existem vários jogos que poderá praticar. Interessar-se por uma atividade destas permitirá que saia de casa e oferece-lhe a oportunidade de fazer parte de um determinado grupo.

Os jogos que são jogados em comunidade permitem estreitar laços de amizade e reforçam a dose de companheirismo e camaradagem entre as pessoas. Alguns centros de terceira idade realizam torneios específicos para incentivar o espírito competitivo.

Se preferir sair da cidade, existem algumas agências de viagem que organizam excursões para reformados a casinos, resorts ou monumentos com direito a refeições e a alojamento. Por outro lado, existem muitas atividades desportivas para idosos que podem ser praticadas, sendo que, nos últimos anos, as mais apreciadas tenham sido o ténis e o golfe.

Seja voluntário

O voluntariado oferece muitas oportunidades para ajudar uma comunidade, assim como possibilita a criação de novas redes sociais e de relações de amizade. Ao fazer voluntariado, tem várias hipóteses de conhecer diferentes tipos de pessoas e isso é uma forma das pessoas reformadas se sentirem mais realizadas e ativas.

Se pretender trabalhar com crianças ou adolescentes, pode-se envolver nos programas de alfabetização locais que trabalham para melhorar os níveis de leitura e aprendizagem dos mesmos. Por outro lado, se pretender auxiliar e cuidar de pessoas idosas, o acompanhamento sénior ajuda os idosos a realizar as suas tarefas domésticas, a cumprir com as visitas médicas e a realizar as compras necessárias para a casa.

Confira as oportunidades de trabalho voluntário em escolas ou instituições locais e passe o seu tempo na companhia de quem mais precisa de si.

Encontre um novo passatempo ou redescubra um mais antigo

Normalmente, depois da reforma, as pessoas têm muito tempo livre e uma boa maneira de o ocupar passa por encontrar um novo passatempo ou interesse ou redescobrir um outro que possa estar esquecido.

Os centros sociais, associações e grupos comunitários oferecem muitas vezes aulas de pintura, de canto, de escrita, de artesanato, entre outras, para que as pessoas reformadas se mantenham entretidas e ativas. É também uma boa forma de socializar com outras pessoas e de alargar os seus horizontes.

Por outro lado, é de realçar que um dos passatempos preferidos da maioria das pessoas reformadas é viajar, uma vez que possibilita conhecer todos os locais com que sempre sonharam. Atualmente, existem cada vez mais programas com pacotes de viagens excecionais e isso faz com que o turismo sénior esteja cada vez mais em voga.

A sua votação: 
Average: 3 (2 votos)