Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

Como cuidar de uma boca seca

Idoso a tocar harmonica
Créditos Imagem

A boca seca, também conhecida como boca de algodão ou xerostomia, é um problema de higiene oral muito frequente na terceira idade. Saiba como cuidar de uma boca seca e mantenha a saúde oral de um idoso exemplar.

A boca seca é uma perturbação que é caracterizada pela insuficiência da saliva e esta pode resultar em doenças gengivais, cáries dentárias, infeções e queda de dentes. Para que tal não aconteça, existem várias formas de tratar esta doença e de cuidar da higiene oral de um idoso. Das mais conhecidas, destacam-se as seguintes:

Evite a ingestão de anti-histamínicos e descongestionantes sem receita médica

Os anti-histamínicos e os descongestionantes têm tendência a secar as secreções mucosas e só devem fazer parte da medicação de um idoso se forem prescritos por um médico. Saiba gerir corretamente os medicamentos de um idoso, pois só assim é que consegue controlar os efeitos secundários dos medicamentos que possa estar a tomar. Para evitar a boca seca, é aconselhável que utilize sprays nasais, uma vez que estes oferecem os melhores resultados.

Converse com o médico de família

Se está a cuidar de idosos, saiba que existem alguns medicamentos que provocam a boca seca. Embora não seja boa ideia parar de tomar a medicação receitada, devido aos efeitos colaterais indesejáveis que possam ser provocados, é aconselhável que pergunte ao médico de família se existe uma dose mais baixa de um determinado medicamento ou outro fármaco similar que impeça o aparecimento da boca seca.

Converse com o dentista

As pessoas idosas nem sempre se apercebem que sofrem de boca seca e, como tal, os cuidadores devem ter a máxima atenção para detetar os seus sinais de aviso principais como, por exemplo, o mau hálito, apodrecimento dos dentes e outras doenças orais. Caso verifique que o idoso que está ao seu cuidado tem estes sintomas, deve comunicá-los imediatamente ao seu dentista.

O dentista é a pessoa mais indicada para cuidar da saúde oral de um idoso, pois é ele quem decide qual o tratamento mais adequado para um paciente. Os tratamentos são variados e podem incluir o uso de uma escova de dentes elétrica ou suplementos de flúor. Além disso, existe a possibilidade de fazer check-ups regulares para manter uma boca saudável.

Aumente a ingestão de líquidos

Certifique-se que o idoso que está ao seu cuidado ingere uma enorme quantidade de líquidos ao longo do dia. Ao fazê-lo, estará a estimular a produção de saliva e a evitar a formação da boca seca. Tenha em atenção que todas as bebidas alcoólicas e à base de cafeína devem ser excluídas da dieta de um idoso, uma vez que estas conduzem a uma maior desidratação. Alguns praticantes de medicina alternativa recomendam o chá de camomila, verde ou de gengibre para estimular a produção de saliva.

Mantenha uma garrafa de spray de água à mão

Os idosos devem andar sempre acompanhados por uma garrafa de spray de água para humedecerem a boca sempre que ela esteja mais seca. Trata-se de uma forma bastante eficaz de manter a boca húmida e de produzir saliva com regularidade.

Encoraje os idosos a deixarem de fumar

O ato de fumar provoca inúmeras complicações na saúde de uma pessoa, especialmente nos idosos. Ao fumar, estará a diminuir a produção de saliva e a irritar as membranas mucosas. Uma boa forma para deixar de fumar, passa por fazer mais exercício físico.

Adquira um humidificador

O ar doméstico pode tornar-se seco no inverno, o que pode agravar a apneia do sono e outros problemas respiratórios, especialmente à noite. Para que tal não aconteça, instale um sistema de humidificação em toda a casa ou adquira humidificadores portáteis e utilize-os principalmente no quarto do idoso.

Presenteie o idoso com chicletes e rebuçados

Existem determinadas chicletes e rebuçados que aliviam a boca seca. No entanto, tenha em atenção que apenas deve ofertar aqueles que não têm açúcar, de forma a prevenir o aparecimento das cáries dentárias.

Evite alimentos problemáticos

Os alimentos que são excessivamente condimentados, salgados ou ácidos são considerados problemáticos para os idosos, pois secam a boca e provocam distúrbios gástricos. Contudo, os alimentos de sabor amargo, apesar de serem desagradáveis, estimulam o fluxo e a produção de saliva.

Incentive a lavagem e a escovagem dos dentes após as refeições

Para que um idoso mantenha uma boca saudável, é necessário que ele lave e escove os dentes no final de todas as refeições. Ao fazê-lo, estará a evitar a acumulação da placa dentária. Uma vez que as bocas secas tendem a ser ácidas, é aconselhável lavar os dentes com pastas dentífricas ricas em bicarbonato de sódio ou outros ingredientes que fazem com que o pH da boca seja mais básico.

Introduzir hidratantes orais e substitutos salivares na higiene de um idoso

Existe uma variedade de produtos específicos que ajuda a estimular a produção de saliva e humedece a boca de uma pessoa mais idosa. Eles podem ser adquiridos em forma de gel ou de spray e estão disponíveis sem receita médica nas farmácias. Alguns destes produtos são muito úteis na prevenção das cáries dentárias e no alívio das dores de dentes e das gengivas.

É de realçar que a saliva artificial não tem enzimas digestivas e propriedades antibacterianas como a saliva real. Em vez disso, apresenta derivados da celulose, como a glicerina que aumenta a viscosidade e a humidade oral.

A sua votação: 
Average: 4.3 (6 votos)