Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

12 coisas essenciais para ter no quarto de um idoso ou doente

Créditos Imagem

Cuidar de um idoso ou de alguém com uma doença é uma atividade que se cinge maioritariamente a casa e não raras vezes ao quarto de dormir. Para garantir que o quarto da pessoa de quem cuida seja um espaço de conforto e bem-estar, saiba quais as 12 coisas que não devem faltar.

  1. Cama articulada: uma cama articulada é um dos melhores equipamentos para ter no quarto de um idoso ou doente, facilitando a vida de quem dela precisa, mas também do cuidador. No caso de não poder adquirir ou não haver necessidade de ter uma cama articulada, a cama existente no quarto do idoso ou doente deve ser preferencialmente baixa, uma vez que confere uma maior segurança aos atos de levantar e deitar. Adicionalmente, o quarto deve estar equipado com uma barra de apoio na cama, que é uma ajuda adicional para o idoso ou pessoa doente se levantar e deitar.
  2. Mesa de cama: se o idoso ou doente passar muito tempo na cama ou se estiver confinado a ela 24 horas por dia, uma mesa de cama é essencial para facilitar momentos tão simples como o das refeições. Para além disso, uma mesa de cama é ainda um excelente aliado para atividades como a leitura, a escrita ou os jogos.
  3. Poltrona: para além da cama, uma poltrona é a segunda peça de mobília mais importante no quarto de um idoso ou pessoa doente. A poltrona ou cadeirão, que deve ter apoios para os braços e um assento alto, serve para a pessoa se sentar na hora de vestir e calçar, para receber visitas ou para aguardar depois se ter retirado da sua cama e enquanto esta é mudada.  
  4. Detetor de fumo: por um motivo de segurança, principalmente se o idoso ou a pessoa doente passa algumas horas por dia em casa sozinha, aconselha-se a instalação de um detetor de fumo no quarto de dormir.
  5. Copo/garrafa com água: assegurar a alimentação saudável de um idoso ou doente é crucial e, nesse campo, é importante que essa pessoa se mantenha hidratada. Para facilitar o consumo diário recomendado de água, mantenha sempre um copo/garrafa com água na mesa-de-cabeceira do quarto. Para evitar acidentes ou vidros partidos, opte por copos, garrafas ou jarras de água mais resistentes, em plástico, por exemplo.  
  6. Luz de presença: uma luz de presença é outro objeto que se recomenda ter sempre no quarto de um idoso ou doente, nomeadamente para ficar ligada durante a noite, facilitando assim os movimentos da pessoa no casa de ela ter de se levantar, querer beber água ou chamar por alguém.
  7. Relógio digital: com o envelhecimento e/ou o estado de doença da pessoa de quem está a cuidar, a visão é um dos sentidos mais rapidamente afetados, assim como as capacidades cognitivas. De forma a não alienar o idoso ou doente, certifique que ele tenha um relógio no seu quarto, preferencialmente um relógio digital, que é de mais fácil leitura.
  8. Telefone e/ou campainha: para assegurar a comodidade e o acesso ao mundo exterior por parte de quem passa muito tempo no quarto, aconselha-se a colocação estratégica de um telefone, telemóvel e/ou campainha na mesa-de-cabeceira do idoso ou pessoa doente, para ser facilmente atingível numa emergência ou sempre que a pessoa necessitar.
  9. Arrastadeira: extremamente útil para as pessoas acamadas, uma arrastadeira também facilita as idas à casa de banho por parte dos idosos durante a noite, sendo um dos equipamentos mais importantes a ter no quarto da pessoa que tem a seu cuidado.
  10. Televisão e/ou outras distrações: uma pessoa que esteja confinada ao quarto, quer por doença temporária, quer por ser acamado, não deve viver de forma enclausurada. Se está a cuidar de alguém nesta situação, faça questão de encher o quarto com todo o tipo de distrações – televisão, rádio, MP3, jornais, revistas, livros, palavras cruzadas, baralho de cartas, jogos de tabuleiro, ou seja, tudo aquilo que a pessoa aprecie e que a vai ajudar a passar o tempo de forma mais agradável.
  11. Equipamentos anti-escara: para um idoso que passe grande parte do seu dia na cama ou no caso de um doente acamado, as escaras são uma realidade e precisam de ser prevenidas. Nesse sentido, no quarto da pessoa a ser cuidada deve constar algum equipamento anti-escara, nomeadamente, as almofadas anti-escara, os colchões anti-escara e os diferentes apoios localizados anti-escara. Estes equipamentos foram especificamente concebidos para reduzir ou eliminar a pressão das zonas mais suscetíveis à formação de escaras, assim como para o alívio de escaras já existentes.
  12. Rampa de acesso: se a pessoa de quem cuida necessitar de uma cadeira de rodas para se deslocar, será aconselhável instalar uma rampa de acesso no seu quarto uma vez que, para além de permitir que ela aceda ao seu quarto e desfruta da sua privacidade sempre que entender, também facilita as tarefas do cuidador em termos de logística.
A sua votação: 
Average: 4.3 (44 votos)