Iniciar sessão

Votação

A pessoa de quem cuida está acamada?

Newsletter

Mantenha-se informado sobre as nossas novidades.

10 razões para se dar bem num lar de terceira idade

Pessoa idosa num Lar de terceira idade
Créditos Imagem

A decisão de se acomodar num lar de terceira idade não é fácil para o idoso ou pessoa inabilitada a viver sozinha. Por vezes a escolha é tomada pelos familiares, por medo de acidentes caseiros, má toma de medicação ou higiene, dificuldades de locomoção e impossibilidade de existir alguém que os ajude no cuidado diário da pessoa que se candidata a ser colocada num destes lugares. Também há pessoas que fazem a mudança por si (gradual ou completa) e, embora seja difícil abandonar o lar onde por vezes vivem há muitos anos, por vezes a melhor solução será mesmo a mudança para um lar de terceira idade. Conheça 10 razões para se dar bem num lar de terceira idade, verá que existem pontos positivos que o ajudarão na decisão e, quem sabe, benefícios que jamais seriam obtidos em casa. Avalie estes 10 pontos para que possa fazer uma escolha ponderada e acertada para o caso em questão.

1. Combate à solidão

Infelizmente grande parte da população em idades avançadas sofre de solidão na sua vida quotidiana. Os familiares mais próximos poderão estar afastados ou ocupados, sendo difícil ou impossível prestar atenção e cuidados ao ser familiar idoso. Num lar, a pessoa estará sempre acompanhada, seja pela equipa ou por outros utentes.

2. Acompanhamento médico

A vida num lar poderá parecer impessoal, mas o facto de existir acompanhamento na toma dos medicamentos para que estes sejam tomados devidamente e socorros prestados em primeira mão em caso de surgimento de problema são, sem dúvida, um ponto a favor no que diz respeito à mudança para um lar de terceira idade.

3. Compreensão

Ao lidar com outras pessoas da mesma faixa etária existe o benefício da compreensão de problemas semelhantes, experiências parecidas e iguais histórias de vida. O idoso em questão sentir-se-á integrado e identificar-se-á com os seus companheiros de quarto ou casa.

4. Partilha de experiências

Por vezes existem voluntários mais novos ou estagiários prontos a acompanhar e a absorver os conhecimentos que uma pessoa de certa idade já poderá oferecer. É importante que sejamos ouvidos, seja em qualquer fase da vida, e não há melhor professor sobre a vida do que alguém que já a conhece em pleno.

5. Atividades interessantes

Em certos lares de terceira idade serão oferecidas aulas ou sessões de atividades que encaixem nos interesses do idoso em questão. É esse o caso dos bordados, para quem ainda tem controlo sobre os movimentos finos ou passeios pelas imediações do lar.

6. Exercício e fisioterapia

A prática de ginástica adaptada à terceira idade, bem como a fisioterapia em casos particulares, são benéficas e promovem o bem-estar do idoso, o bom humor e a flexibilidade, que tende a perder-se com a idade.

7. Horários regrados

A adaptação aos horários do lar é também positiva. O idoso poderá reger-se por regras que poderá ter perdido em casa, como uma higiene de sono saudável, alimentação a horas previstas e horário de descanso apropriados à idade da pessoa em questão.

8. Alimentação

Ao viver num lar o idoso não terá que se preocupar com a preparação de refeições, uma vez que estas serão servidas a horas certas. Alguns idosos poderão já ter perdido a capacidade de preparar uma refeição para si, pelo que o lar é uma boa opção.

9. Atividades de lazer adequadas à idade e condições físicas do idoso

Além da promoção de atividades como o croché, poderão desenvolver-se atividades de grupo leves e adequadas às capacidades físicas do idoso. Para além da ginástica, poderá referir-se os jogos tradicionais, a promoção da leitura – ou aprendizagem da mesma – e um espaço seguro de lazer para todos os idosos.

10. Liberdade

Talvez veja um lar de idosos como uma prisão, mas pense nos benefícios acima descritos. Ao viver num lar de idosos, poderá beneficiar de uma vida completa e regrada, cuidada e acompanhada, livrando-se das tarefas do dia-a-dia.

De uma forma geral, existem várias razões que convidam os idosos a libertarem-se da solidão e possível incapacidade de levar uma vida normal. Os lares de idosos, quando bem escolhidos, poderão indubitavelmente ser a solução ideal para muitas pessoas, pelo que valerá a pena abrir mão da vida já menos saudável que poderá estar a ser vivida no exterior.

A sua votação: 
Sem votos